terça-feira, 17 de março de 2015

resenha:: Horas Noturnas (Bianca Carvalho)


"Um romance arrebatador e sensual entre um homem misterioso e uma mulher à frente do seu tempo; um suspense gótico e cheio de tensão do começo ao fim." 

Inglaterra, 1863 
Uma bela e delicada mulher com inteligência aguçada para investigação... 
Um charmoso caçador de assassinos tornando-se lenda por eliminá-los com requintes de crueldade... 
Um assassino que deixa charadas, com sede de sangue e um gosto peculiar por Edgar Allan Poe... 

Três almas unidas com diferentes propósitos. Apenas uma chance de sobreviver... 

"Uma mistura do romance de Jane Austen com o mistério de Sherlock Holmes" por: Ana Carolina Moreira .Fonte

                           "Nunca confiem em ninguém, a não ser em você e em seus instintos"
Josephe Lestrange ex inspetor de policia, abandonou a profissão após a morte da esposa,agora atua como investigador particular e isso desperta o interesse da filha Maryanne pela profissão.
Maryanne é uma moça inteligente e perspicaz com um comportamento nem um pouco aceitável para a época, enquanto outras moças pensam em vestidos,bailes e em como ser escolhida para esposas, Maryanne pensa em  cadáveres,crimes e em como soluciona-los.
Maryanne auxilia o pai em algumas investigações,Lestrange preocupa-se com o comportamento da filha e espera que o homem que a escolha como esposa entenda seu temperamento e não tente aprisionar seu espirito.
Lestrange ainda presta serviços a policia e em uma de suas diligencias a vitima fatal e Violet uma amiga muito próxima de Maryanne, Lestrange percebe pelas pistas deixadas pelo assassino que essa não será  sua ultima vez e que a um padrão na escolhas de suas vitimas,para poupar a filha  o investigador decide que não irá envolver a filha nessa investigação, o problema vai ser convencer a moça disso.
A cidade de Sorenhill tem uma agitada rotina de crimes,um maniaco que assassina jovens mulheres e com um interesse por poemas de Edgar Allan Poe e outro com um particular interesse por criminosos mais precisamente por assassinos e estupradores,um assassino que assassina assassinos(me senti uma cobra dizendo isso em voz alta).
Esse misterioso assassino, conhecido como caçador, elimina suas vitimas com requintes de crueldade. Herói ou vilão?
Lestrange, Maryanne e o caçador se unem para encontrar o maniaco que assassina jovens mulheres e por fim em suas atrocidades.
                       
                       Horas noturnas é mais um livro que não tem nada de sobrenatural ou fantasia que entra para a lista dos meus preferidos.
                       Narrado na terceira pessoa, mantem um ritmo que não te permite largar o livro.
                      Mesmo já tendo formulado minhas teorias a cerca das identidades do caçador e do assassino,ansiava pelo momento que esses personagens se revelariam e devo admitir que um estava obvio já o outro foi em parte  uma surpresa
                      Maryanne é adorável impossível não simpatizar e torcer por ela, a cada nuance apresentada dessa personagem mais minha admiração crescia.
                    O relacionamento entre pai e filha é muito bonito, mesmo quando Lestrange toma atitudes contrariando a filha no intuito de protege-la, isso deixa o investigador de coração partido pois reconhece seu valor como profissional mas não aponto de arriscar a vida da unica pessoa que ama.
                    A escrita  flui com facilidade, a escritora balanceou muito bem, romance e suspense estão na medida certa.
                  O final é surpreendente e o epilogo é perfeito, arrancando até um sorrisinho de satisfação.
                 Senti falta de uma discrição um pouco mais detalha, principalmente nos cenários, creio que Inglaterra em 1863 poderia ter sido melhor explorada .
                Apesar de ser uma leitura voltada para o publico adulto não tem cenas hot ou com extrema violência o que não impede que o publico mais jovem apreciem a obra.
              No geral é uma leitura agradável  e altamente viciante.Apreciem sem moderação.
                         "Nunca confiem em ninguém, a não ser em você e em seus instintos"
Quotes 
Chloe não aceitava aquela necessidade de Maryanne de tentar compreender o incompreensível, de querer solucionar mistérios impossíveis...De saber o que ninguém sabia"

Pra Maryanne havia muito mais que um armário cheio de roupas e um colar  repleto de diamantes: Havia maldade,tristeza e uma nuvem cinza que por muitas vezes encobria o que era belo e harmônico.

Ele iria consumi-la, devora-la por dentro como uma doença e sabia que sua alma morreria cada vez que mais  uma vitima fosse encontrada.Sentia como se fosse uma missão e ela na pretendia falhar.

-Porque eu acabaria trazendo a noite para dentro de você também...E eu não me poderia me perdoar por isso...